segunda-feira, 29 de janeiro de 2007

Ser Profeta


O profeta é um ser estranho.
Sua vida na verdade é servir, sem necessariamente, ser visto.
Sem honras, sem fama, sem benefícios pessoais,
O profeta é apenas uma voz, a serviço de Deus.

A vida do profeta está intrinsecamente ligada a profecia,
Mensagem e mensageiro não se dissociam.
Ele fala do que vive, e vive aquilo que diz,
Melhor dizendo, até a sua vida prega.

Esse estranho ser não negocia, não se vende,
Sua satisfação não está no sucesso de sua mensagem,
Seu compromisso é com a Verdade,
O único a quem ele busca agradar, é Deus.

O profeta só não está completamente solitário,
Porque sua voz encontra retorno em Deus,
Que “assina em baixo” do que ele diz,
Tornando-o inquestionavelmente verdadeiro.

O profeta é um ser que vê, enxerga (até mais do que gostaria!).
Ver o faz dizer, doa em quem doer (até nele mesmo!),
Denunciar, criticar, mostrar a doença e apontar a cura.

Examinando a Bíblia, você seria capaz de citar algum com “vida mansa” e “final feliz”?
Se o critério for a Palavra, todos os “popstars” da atualidade, ficariam de fora.
Seria essa uma espécie em extinção?

Já dizia o sábio Salomão:
“Onde não há profecia, o povo se corrompe.”

Pv 29.18a

Um comentário:

viviane disse...

ótimo texto.verdadeiramente esse é o perfil de um profeta.amei.